10 lições que aprendi com o câncer

Quase dois anos depois de toda a reviravolta que eu vivi, posso afirmar que nada na nossa vida é por acaso. Tudo tem um motivo maior e tudo deve ser transformado em aprendizado.

Baseado nisso, fiz uma lista com 10 lições que aprendi com o câncer:

1. Não se culpe por ter tido ou por ter câncer, a culpa não é sua. Você não é culpado, largue essa ideia de que câncer é mágoa repreendida.

2. Pare de se comparar com os outros, cada caso é único. Cada câncer é um câncer! No máximo, se inspire com a história das pessoas, mas jamais se compare.

3. Nós não temos controle absoluto sobre nossa vida, portanto, você não pode mudar muita coisa durante o tratamento, mas você pode mudar sua postura diante das dificuldades. Enfrente e não abaixe a cabeça para os desafios que a vida está lhe impondo.

4. Independente de sua religião, tenha FÉ! Confie. Saiba que toda oração e todo pensamento positivo é bem vindo.

5. Se permita sentir. Se quiser chorar, chore. Se quiser sorrir, sorria. Se quiser ficar sozinho, fique por um momento. Se respeite, respeite os limites do seu corpo. Você tem esse direito.

6. Se agarre e se mantenha por perto das pessoas que te fazem bem. Se afaste de pessoas, energias e comentários negativos. Você não é obrigado a nada e muito  menos precisa puxar essa carga negativa para você.

7. Seja positivo, acredite que as coisas vão dar certo, queira vencer. Eu sei que é MUITO difícil passar por um câncer, mas eu acreditei e, ao meu ver, isso influenciou e ainda influencia positivamente toda a minha jornada. Não deixe de levar sua ajuda e sua superação para quem precisa, você pode ser uma grande inspiração.

8. Não deixe de seguir as recomendações médicas e também não acredite em curas milagrosas que postam pela internet. Acredite no profissional que cuida de você, ele estudou e é capacitado para isso. Siga à risca as recomendações dele.

9. A vida é feita de ciclos. Tudo passa. Perder os cabelos, engordar com o tratamento, ter o corpo mutilado, passar por cirurgias… Eu sei, é terrível… Mas tudo passa. Confie.

10. Pare de de se importar com coisas, pessoas e situações que não merecem a sua atenção. Aprenda a se colocar em primeiro lugar também, se ame, se observe. Isso não é egoísmo, é amor-próprio, é autocuidado e não há nada de errado com isso.

Essa é a minha lista. Eu sei que cada paciente é único e cada um tem as suas próprias experiências, mas essas são as maiores lições que eu levo.

O que fica é o aprendizado.

Com amor,

Bel ❤️

2ª Etapa da Reconstrução Mamária – Como foi

Finalmente passei pela última cirurgia da mama.

Aconteceu no dia 1º de Março no Hospital Brasília. Felizmente, mais uma vez eu pude ser acompanhada nessa cirurgia pela minha madrinha que é médica. O procedimento foi só um pouquinho mais demorado que o esperado, pois quando eu me encontrava deitada e anestesiada, a Dra. Marcella (cirurgiã plástica) reparou que minha mama esquerda estava estranha e decidiu fazer um corte. Quando ela fez esse corte, viu que a prótese esquerda estava estourada e teve que solicitar outra para fazer a troca.

Bom, eu não sei o motivo da minha prótese ter estourado e também não apareceu isso na ressonância que eu fiz uma semana antes da cirurgia, então é um mistério como aconteceu… Mas que bom que a Dra. viu e trocou logo.

O que estava programado para essa cirurgia:

  1. Lipoenxertia (foi retirada gordura da minha barriga e das dobrinhas da axila para que fossem enxertadas na mama);
  2.  Reparo da cicatriz do catéter (a cicatriz tinha ficado grande e eu pedi que a Dra. refizesse);
  3. Reconstrução das aréolas e dos mamilos com pele da virilha;
  4. E o que não estava programado: trocar a prótese esquerda.

Acordei  da cirurgia com um sentimento maravilho de que tudo acabou, pois eu estive com Deus o tempo todo. Ele é maravilhoso.

Foi uma cirurgia cheia de detalhes, até fiquei preocupada com a recuperação, mas acabei tirando de letra, como eu disse, Deus esteve e está comigo. Estou me recuperando super rápido. Lógico que fiquei toda dolorida, a troca da prótese e a lipo foram as partes mais dolorosas na recuperação. Hoje, 9 dias depois, estou só um pouco dolorida na barriga. Confesso que acabei abusando um pouco do quanto eu me senti bem e nesse final de semana decidi ficar os dias inteiros deitada. rs

Ainda estou com pontos na mama esquerda (onde a prótese foi trocada), nas aréolas e mamilos que foram reconstruídos, na linha do biquini e na virilha. Tenho que ter cuidado no banho, lavo o corpo com sabonete neutro e 1x por dia troco os curativos com ajuda da minha mãe. Minha mama esquerda está bem amassada também (por conta da troca da prótese). Palavrinha mágica para isso: paciência.

Quanto ao resultado das aréolas e dos mamilos: fiquei bem assustada quando retirei os curativos pela primeira vez no consultório da médica, pois estava bem inchado e fiquei um ano inteiro acostumada a não tê-los. Mas, com o passar dos dias está desinchando e o resultado está bem bacana. Ainda não é o resultado final, pois como toda cirurgia é preciso esperar o tempo de cicatrização.

Bom, tudo passou… Agora é só recuperação, continuar com meus acompanhamentos médicos, continuar com minha fé e, é claro, continuar tomando meus medicamentos com disciplina.

Com amor,

Bel ♥️

Captura de Tela 2019-03-10 às 18.04.57
Minutos antes de passar pela cirurgia no dia 1º de Março no Hospital Brasília rs =)

 

 

2ª parte da reconstrução mamária

E um ano depois da Mastectomia cá estou eu correndo com exames e consultas para passar pela cirurgia da 2ª parte da reconstrução da mama. Fiz todos os exames pré-operatórios novamente… Dentre eles: ressonância, exames de sangue e exames cardiológicos. A diferença é que agora eu não estou mais doente, apenas vou “reparar” e simetrizar as mamas.

Essa história de fazer os exames é bem chatinha, mas nada que eu não fosse tirar de letra, sabe? Lógico que fico um pouquinho ansiosa todas as vezes que vou pegar os resultados, mas é normal.

Me sinto tranquila, uma vez que não há nada a temer, até porque o pior já passou. Penso que essa 2ª parte é “fichinha” em comparação com a mastectomia que passei no ano passado. Além do mais, tenho muita confiança na Dra. Marcela (minha médica), tenho certeza de que ela sempre faz o melhor.

Também me sinto aliviada, pois de uma vez por todas me verei livre de tudo isso. Penso que depois da 2ª cirurgia eu irei me olhar no espelho e terei a certeza de que toda essa história já ficou no passado. E já é nessa sexta… Vou passar o carnaval todo de repouso, mas não acho ruim, eu preciso acabar com isso logo.

 Depois da cirurgia venho aqui contar como foi e como estou, mas já adianto que tenho certeza de que será um sucesso. Estou em paz, eu já passei por muita coisa e sobrevivi à todas as barreiras que enfrentei. E é por isso que eu mantenho minha fé inabalável e o pensamento positivo sempre.

Beijos,

Bel ❤️