Quimioterapia x Alimentação

Quando as pessoas falavam em câncer logo vinha à minha mente que todo paciente oncológico é debilitado, magro e frágil. Passando por todo esse processo e sentindo tudo na própria pele, vejo que não é bem assim.

Antes de iniciar meu tratamento a preocupação geral era de que eu não poderia perder peso para não comprometer minha saúde, pois era muito magra. Iniciei o tratamento pesando apenas 41kg!

Nunca fui de comer muito, sempre comi em quantidades que considerava o suficiente e desde sempre fui acostumada a ter uma alimentação saudável, mas adaptada ao meu gosto. Ao iniciar meu tratamento, todavia, percebi que passei a sentir muita fome. A todo tempo sinto vontade de comer e parece que quanto mais como, mais fome tenho. Até já me perguntei se isso não é algum tipo de compulsão, penso que não é normal, pois se pudesse, passaria o dia inteiro comendo.

Desde que me entendo por gente não gosto de gordura, fast food em excesso, carne vermelha, laticínios e derivados. Mas agora, tem dias que acordo e a primeira coisa que me vem no pensamento é um sanduíche, algum carboidrato ou algo hipercalórico. Não é à toa que em pouco mais de dois meses de tratamento ganhei 10kgs. Boa parte é inchaço e depois tudo volta ao normal, eu já sei.

Nessa fase de tratamento, Dr. João me disse que preciso evitar o açúcar, não preciso ainda encarar as restrições alimentares que farão parte da minha vida no futuro, uma vez que preciso estar forte e saudável.

Consultei uma nutricionista que também já passou por um câncer, e de acordo com a dieta enviada por ela procedi a algumas alterações na minha alimentação, tais como:

  • Aumentei o consumo de frutas, verduras e legumes (só os como em casa porque todos devem ser bem lavados e higienizados);
  • Aumentei a ingestão de água – embora ainda não esteja consumindo na quantidade ideal -, é superimportante para eliminar a toxicidade da quimioterapia no corpo;
  • Cortei refrigerantes e sucos industrializados;
  • Aos poucos venho tentando cortar o açúcar. Tem sido um pouco difícil, pois sou quase uma formiga;
  • Dou preferência aos alimentos orgânicos, os quais são produzidos com técnicas que respeitam o meio ambiente e visam a qualidade do alimento e são, especialmente, livres de agrotóxicos;
  • Também dou preferência a carnes magras e peixes, sempre bem cozidos, e por escolha pessoal só consumo frango orgânico;
  • Fui compelida a deixar de consumir sushi (que adoro), carnes malpassadas e alimentos processados;

Nos dias em que bate a vontade de comer algo diferente, óbvio que eu como, não me privo, mas sempre com prudência.

Confio inteiramente no meu médico, no que ele diz e no que tem embasamento científico. Não levo em consideração tudo o que publicam sobre alimentação e dietas destinadas a quem tem câncer. Descobri que se fosse levar ao pé da letra, ficaria paranoica e me alimentaria só de semente e água. Não mereço, penso que o mais importante é saber balancear e ter autocontrole na hora de me alimentar, uma alimentação saudável é uma grande aliada do tratamento.

IMG_8025

Beijos,

Bel ❤

3 comentários em “Quimioterapia x Alimentação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s