Dias de Ansiedade

Eu não escolhi ter câncer, não acordei um belo dia e disse: hoje vou ter câncer, vou passar por várias sessões de quimioterapia, vou sofrer mudanças violentas no meu corpo, vou ter minha rotina e minhas atividades interrompidas e ainda passarei por uma mastectomia. Não, eu não escolhi. Eu também não pude ter controle sobre tudo o que eu passei, porque é uma doença que não depende total e exclusivamente de mim.

A única coisa que eu pude ter controle foi a minha postura diante da situação durante todo esse tempo. Eu tive duas opções: passar por um câncer de maneira negativa, chorando e me lamentando OU encarar o câncer de frente de maneira positiva, com fé, levando aprendizado de todos os momentos e confiando nos profissionais que estão ao meu lado. E eu escolhi a última opção, o que é claro para quem me acompanha, mas isso não quer dizer que eu não tenha tido os meus momentos de medo e de angústia.

Sexta-feira (02/02) irei passar pela cirurgia. A mastectomia não é uma cirurgia simples ou pequena, não é uma cirurgia estética também, o que me gera certa ansiedade já que está tão perto. Eu não tenho medo de passar pelo procedimento cirúrgico, eu confio de olhos fechados no Dr. João, ele é demais, é humano e muito competente. Também senti muita confiança na cirurgiã plástica, a Dra. Marcela, não poderia estar em mãos melhores. O que me deixa apreensiva é o que vem depois: o resultado e como vou reagir a ele, além do pós-operatório que me parece ser bem doloroso física e emocionalmente. Mas, visto que passei por tudo tão bem, darei o meu melhor para que seja assim em relação à cirurgia também.

Talvez eu demore um pouco para postar no blog novamente, pois não poderei levantar os braços, fazer esforço e movimentos bruscos por um tempo, mas assim que der, venho aqui e conto tudo.

IMG_9591
Foto: Sabrina Cavalcante
IMG_9590
Foto: Sabrina Cavalcante
IMG_9592
Foto: Sabrina Cavalcante

 

Que Deus proteja a mim e a todos também.

Beijos,

Bel ❤️