Metamorfoses Necessárias

É engraçado como Deus reserva planos totalmente diferentes dos nossos para nossas próprias vidas. Na verdade mesmo, eu me imaginava levando uma vida normal como a de qualquer jovem da minha idade: faculdade, estudos, viagens  e caminhando para minha vida profissional.

Se eu não passasse por nada do que eu passei, com toda a certeza do mundo eu não seria a Isabel que sou hoje. Sempre fui muito intensa, do tipo de pessoa que ama ou odeia, que é 8 ou 80, mas hoje tenho muito mais filtro, tenho muito mais discernimento e sei que não devo me desesperar por situações e pessoas que não merecem sequer que eu pense nelas, quanto mais o meu desgaste físico e emocional. Além disso, também sei que só está ao meu lado quem realmente quer o meu bem, torce por mim e que merece a minha companhia. Eu não estou sendo pretensiosa, pelo contrário, o nome disso é amor-próprio.

Se eu tivesse a opção de apagar ou mudar o que eu vivi, certamente eu não mudaria, pois hoje eu sei que eu precisei passar por tudo isso. Eu faço uma analogia entre a Isabel que sou hoje e a metamorfose de uma borboleta: antes de tudo uma lagarta dentro de um casulo que passou por transformações necessárias que resultou em quem sou hoje.  🦋

Beijos,

Bel ❤️