Vivendo a Vida

Cada vez menos eu tenho vindo aqui e você sabe o motivo?

Eu estou super bem!

Semana passada foi bem especial, pois fui ao Dr. João e o meu tratamento está oficialmente encerrado. Agora só irei fazer exames de controle e em breve entrarei com o Tamoxifeno. Também continuarei com o Zoladex – é um medicamento anti-hormonal e que me deixa na menopausa química – mensalmente.

Quanto menos eu vier aqui será melhor, pois isso quer dizer que eu estou deixando a vida me levar – no bom sentido à la Zeca Pagodinho – e que estou bem, com saúde e tocando meus projetos.

O meu final de semana foi extremamente especial… No sábado fiz uma festa e comemorei meu aniversário, comemorei a minha vida, comemorei o término do meu tratamento. No domingo tive as bodas de prata da Dani e do Tico. Eu e a Dani viramos amigas porque tivemos algo em comum: o câncer de mama. Ela também superou, está bem e nesse final de semana celebrou a vida e seus 25 anos de casamento. Tive a oportunidade de ler um texto na cerimônia contando a trajetória da Dani… Ela se tornou muito especial para mim. Por fim, ontem ocorreu um evento muito bacana no Hospital Santa Lúcia com o tema “Além do Câncer”, dentro de um projeto chamado “Ressignificar” de autoria da Dra. Ana Carolina Salles (oncologista do Santa Lúcia) e eu tive a oportunidade de falar um pouco sobre a minha experiência com o câncer.

      Essa será a minha vida daqui pra frente. Eu irei levar minha história, irei encorajar pacientes e irei ajudar o próximo. Vocês não irão me ver mais como a Isabel com câncer e sim como a Isabel que venceu tudo e que está muito bem.

  Hoje, com muita convicção eu posso te dizer que por mais que eu tenha passado por tudo isso e por mais que eu tenha sofrido muito, eu saí uma nova Isabel e só saí ganhando. Ganhei amizades verdadeiras, ganhei muuuitas orações, abri minha vida para Deus, ganhei maturidade, recebi amor (muito amor, diga-se de passagem) e passei a ver a vida com outros olhos, olhos de gratidão o tempo todo.

Eu passei a reclamar menos e a agradecer mais e eu vejo que eu nunca tive motivos para reclamar de nada, essa é a maior verdade. Hoje eu só tenho a certeza disso.

 Beijos,

Bel ❤