Encerrando uma fase com chave de ouro. Último ciclo de Xeloda!

Finalmente acabou o Xeloda!!! E foi ontem (29/08) no dia do meu aniversário, que presentão, né?! Oficialmente declaro como encerrado o meu tratamento pesado contra o câncer.

E o que eu quero dizer para você que vai tomar ou que toma a quimioterapia oral é que: é um tratamento confortável (porque tomamos os comprimidos em casa) e que embora existam os efeitos colaterais chatinhos como enjoos e pés/mãos manchados, tudo isso passa!

O que mais importa é a nossa saúde, não é mesmo? Vou enumerar algumas coisinhas que me ajudaram:

  1. Eu sofri alguns dias com enjoos e usei Vonau e o enjoo passava logo, também bebi bastante Gatorade de limão, sempre me ajudou!
  2.  Minha pele ficou ressecada e eu usei cremes hidratantes potentes.
  3. Meus pés e mãos ficaram manchados e bem escuros, sei que com o tempo isso vai sair, tenho paciência.
  4. Vez ou outra senti cansaço, mas uma boa noite de sono sempre resolveu.

img_5869

Há também quem diga que não sente absolutamente nada! Eu sei que só de falar a palavra ‘quimioterapia’ a gente se assusta, mas a minha experiência com o Xeloda foi relativamente tranquila. Só posso agradecer por ter tido a oportunidade de um excelente tratamento. Não tenho absolutamente nada a reclamar e sim mil e um motivos para agradecer.

Me sinto super bem, cheia de vida,  com saúde e com muita, mas muita sede de viver! Eu não sei como vai ser daqui pra frente, em setembro terei uma consulta com meu oncologista e ele irá me dizer como será, provavelmente ficarei fazendo exames de controle e devo tomar algum medicamento… Venho aqui no blog contar.

Nem estamos no final desse ano, mas já passei por muitas coisas, estou crescendo a cada dia e tenho superado barreiras! Não reclamo de nada, apenas busco aprender mais e mais com o que eu vivi. O câncer foi uma escola de amadurecimento na minha vida. rs

Minha mãe tem a minha eterna gratidão por ter vivido tudo isso comigo, por ter me apoiado e por sempre ter segurado a minha mão. Palavras não são suficientes para expressar tudo o que eu sinto… ❤

Bom, é isso! Me despeço dessa fase que levou 1 ano e 1 mês de tratamento, mas me despeço feliz, grata, com saúde, mais madura, revigorada e muito, muito feliz!

Beijos,

Bel ❤️

Que venha 2018!

2017 foi um ano bem intenso e tenso! Me vi inserida nos mais diversos contextos e nas situações que eu menos esperava, mas que de alguma forma, serviram de aprendizado. Tenho a sensação de que amadureci alguns anos em um ano.

Conheci muita gente incrível e percebi o quanto sou rodeada de gente do bem e que me quer bem. Me vi com uma doença séria e achei que estivesse com os dias contados, mas de uma forma surpreendente me descobri mais forte do que eu imaginava e tenho conseguido encarar toda essa situação com leveza e positividade. Me aproximei mais de Deus, e me sinto amparada por Ele o tempo todo. Estou bem mais próxima da minha família e valorizo a cada dia a importância dessa união. Algumas pessoas se afastaram, outras se aproximaram, o que me fez ver quem realmente está ao meu lado. Me decepcionei também, mas ficou a lição de que eu sei exatamente o tipo de pessoa que quero dentro ou fora da minha vida. Fiz planos que não se concretizaram e me chateei por isso, mas ficou claro que está tudo nos planos de Deus.

Chorei, sorri, tive medo, senti dor, senti alívio, mas em todos esses momentos mantive fé. Aprendi a superar as adversidades, a manter a fé independente das circunstâncias, a ser resiliente, a persistir, a ter paciência e a valorizar as pequenas coisas que antes eu deixava passar batido.

A verdade é que o câncer me fez abrir os olhos, e eu sinto que se fosse como um despertar em mim para a vida, sinto muita vontade de viver,  tenho planos e projetos em mente, sinto vontade de ajudar outras pessoas, de estudar muito mais, de ver o mundo e de poder fazer a diferença. Quando você passa por uma doença que exige e mexe tanto com você, nada parece ser como antes, e comigo é assim, embora eu tenha apenas 21 anos, tenho a impressão de que o que eu já vivi não foi da maneira que eu deveria, e o meu desejo para  o próximo ano é de viver mais intensamente, com gratidão por cada mínimo detalhe,  com muita saúde, amor, luz e muita positividade. Que 2018 traga a minha cura e me surpreenda positivamente!

Beijos,

Bel ❤️